Carlos María Cárcova

Professor titular emérito da Universidad de Buenos Aires (UBA), onde dirige o Instituto de Investigaciones Jurídicas y Sociales “Ambrosio L. Gioja”. Durante mais de 40 anos de atividade docente na Argentina, Brasil e Espanha, vem se dedicando à reflexão crítica sobre a teoria e a praxis do Direito. Autor de diversos escritos sobre o tema, entre os quais sua tese de doutorado, A opacidade do direito, já publicada no Brasil. Integrou o Conselho da Magistratura da Cidade Autônoma de Buenos Aires como representante dos advogados (1998-2000). Em 2014, foi nomeado ministro suplente (“conjuez”) da Corte Suprema de Justiça da Nação argentina.